Homem morre vítima de acidente na BR-153 em Porangatu

O condutor de um veículo de passeio morreu na manhã de hoje na BR-153, domingo (21), ao ser atingido por uma carreta scania carregada de tambores a cerca de 10 quilômetros de Porangatu, no Norte de Goiás. O acidente aconteceu próximo a uma lanchonete que fica à margem da rodovia, denominada Barraca do Queijo. Chovia na hora do desastre. O veículo da marca Chevrolet, modelo Corsa Sedan, conduzido por Divino Carlos Barbosa, de 57 anos, trafegava no sentido Tocantins-Porangatu e bateu de frente com o auto carga. Ele morreu no local do acidente.

A vítima ficou presa nas ferragens e os militares do Corpo de Bombeiros tiveram que usar um aparelho desencarcerador para retirar o corpo de Divino Barbosa dos escombros do veículo. A Polícia Técnico Científica foi chamada e coletou informações que poderão ajudar a descobrir as causas do acidente.

Maria José Alves Pereira, de 39 anos, que viajava no banco do passageiro, foi socorrida por uma equipe do SAMU e levada para a UPA – Unidade de Pronto Atendimento do município.

As imagens de uma câmera de segurança instalada próxima ao estabelecimento comercial registraram o momento em que o caminhão seguia pela pista no sentido norte e repentinamente mudou de faixa e acertou em cheio o carro de passeio que fazia o percurso no sentido contrário. O Corsa ficou totalmente destruído.

O motorista da carreta, Wilson Porto, de 63 anos, não se feriu. Ele disse aos policiais rodoviários que tirou o carro para a pista contrária para não bater na traseira de outra carreta que ia à frente dele e que teria diminuído a velocidade bruscamente.

Houve congestionamento no local e a PRF – Policia Rodoviária Federal teve muito trabalho para controlar o trânsito, tendo em vista que alguns motoristas que passaram pelo local do acidente na ocasião insistiam em parar para filmar ou tirar fotos da tragédia. Aproximadamente 15 multas foram aplicadas por infrações diversas.

O Inspetor Eduardo falou com a reportagem do Portal Impacto Goiás sobre as causas possíveis do acidente e explicou que em condições de chuva a atenção na pista deve ser redobrada. Durante o período de chuva a pessoas devem ficar atentas, principalmente com a velocidade dos veículos, pois os limites estabelecidos são para situações normais, sendo assim, quando a pista estiver molhada o condutor dever diminuir a velocidade no mínimo pela metade e manter uma distância segura do veículo da frente, explicou o inspetor Eduardo.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
Compartilhe: