Governo Caiado abre compra de vacinas para um milhão de goianos

O governo de Goiás publicou no Diário Oficial do Estado (DOE), nesta terça-feira (20), o pedido de solicitação de proposta comercial para aquisição de imunizantes anticovid para vacinar um milhão de pessoas em todo o estado.

A solicitação ocorre por meio da Secretaria de Saúde do Estado de Goiás (SES) que explica que a quantidade das vacinas será informada durante o trâmite da compra porque há no mercado imunizantes que necessitam de uma dose e outros que precisam de duas doses.

A SES informa às empresas que tiverem interesse em participar do contrato com o governo de Goiás, que encaminhem suas propostas, com identificação do item, valor unitário, quantidade a ser fornecida e prazo de entrega, pelo do e-mail: sesciavgo@gmail.com.

Para que a compra ocorra da forma mais transparente com a anuência dos órgãos fiscais e da população, o secretário de Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, destaca que a pedido do governador Ronaldo Caiado todo o procedimento será feito para atender os goianos com a vacinação o mais rápido possível.

Ressalta Ismael

“O Governo de Goiás não tem medido esforços para garantir a imunização dos goianos. As medidas adotadas são transparentes e seguem ritos legais”,

A secretaria ressalta também que o estado vai escolher a proposta que melhor atenda às necessidades de Goiás. O processo deve ser relevante para a gestão no tocante a preço, documentação exigida por todos os órgãos e também no prazo de entrega das vacinas à SES.

O secretário Ismael informa ainda que este o processo está sendo acompanhado diretamente pela Procuradoria-Geral do Estado, Controladoria-Geral do Estado e pela Superintendência de combate à Corrupção e ao Crime Organizado da Secretaria de Estado da Segurança Pública de Goiás.

A compra será possível graças ao Projeto de Lei (PL) do governo de Goiás enviado à Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) que aprovou, por unanimidade, a abertura ao Fundo Estadual de Saúde (FES) de crédito extraordinário no valor de R$ 60 milhões com a finalidade de suportar despesas referentes à aquisição das vacinas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
Compartilhe: