Chris Cornell, vocalista do Soundgarden e do Audioslave, morre aos 52 anos

00
Chris Cornell

Chris Cornell, vocalista do Soundgarden e do Audioslave, morreu nesta quarta-feira (17) à noite aos 52 anos, em Detroit. A família pediu privacidade e a causa da morte ainda não foi oficialmente revelada. A polícia disse que a morte está sendo investigada como “possível suicídio”.

O assessor do cantor, Brian Bumbery, resumiu que a morte de Cornell foi “súbita e inesperada”. Segundo a imprensa americana, a mulher de Cornell teria ligado para um amigo da família para ver como o cantor estava. Ele arrombou a porta do quarto do hotel e encontrou o corpo de Chris no banheiro, onde teria se enforcado.

soundgarden1

O cantor havia se apresentado com o Soundgarden na mesma noite no Fox Theatre, em Detroit. A página da casa de espetáculos postou duas fotos da apresentação nas redes sociais. Nesta quinta (18), Cornell participaria do festival Rock the Range, em Columbus, também nos EUA.

Cornell deixa a esposa, Vicky Karayiannis, e três filhos de 16, 12 e 11 anos.

Perfil

Christopher John Boyle foi criado e nasceu em Seattle, nos EUA, em 20 de julho de 1964. Ele foi um dos principais nomes do movimento grunge, formando o Soundgarden ao lado do guitarrista Kim Thyail e do baixista Hiro Yamamoto, em 1984.

Depois, Cornell formou o supergrupo Audioslave, com membros do Rage Against the Machine (Tom Morello, Tim Commerford e Brad Wilk). Em 2007, se concentrou em carreira solo que foi do pop rock ao acústico antes da volta do Soundgarden, em 2010.

O cantor ficou conhecido pela voz rasgada e pelas performances virtuosas, quase sempre acompanhada por arranjos com guitarras e baixos cheios de peso. Além da parte musical, Cornell também foi um dos principais galãs do grunge, principalmente nos anos 90.

Entrevistas

“O esquema ‘voz e violão’ permite essa intimidade e me dá a oportunidade de rever a carreira. Posso tocar canções das minhas ex-bandas ou qualquer cover que me vier à cabeça. Por conta disso, este é definitivamente o período mais feliz da minha vida no aspecto artístico”, disse ele, quando sua turnê solo passou pelo Brasil em 2011, no festival SWU.

A estreia no Brasil foi em 2007, quando falou sobre a vida em turnê, longe da família. “Viajar e conhecer o mundo é um privilégio. Há 20 anos, sair em turnê era algo difícil para mim, deixar minha casa, cair na estrada. Mas me acostumei, e hoje isso é minha vida. É um pouco complicado agora que tenho uma família e sou pai de três crianças, mas é questão de me programar”, disse ele.

Ele retornou em 2013, em um festival de blues, e tocou com o Soundgarden na edição do ano seguinte do Lollapalooza, em São Paulo.

Os integrantes do 'supergrupo' Audioslave; a partir da esquerda: Brad Wilk, Tom Morello, Chris Cornell e Tim Commerford  (Foto: Divulgação)

Os integrantes do ‘supergrupo’ Audioslave; a partir da esquerda: Brad Wilk, Tom Morello, Chris Cornell e Tim Commerford (Foto: Divulgação)

Retorno do Temple of Dog

No ano passado, o Temple of the Dog, supergrupo formado por membros do Pearl Jam e do Soundgarden, fez shows nos Estados Unidos em novembro. Foi o primeiro retorno após formação, em 1990, e marcou os 25 anos do álbum que leva o nome da grupo.

A banda é formada pelo vocalista Chris, Jam Jeff Ament, Stone Gossard e Mike McCready, e pelo baterista Matt Cameron. Os cinco se reuniram em homenagem à morte de Andrew Wood, membro do Mother Love Bone e amigo de Cornell.

“Queríamos a única coisa que nunca fizemos… Tocar em shows e ver como seria formar a banda que deixamos para trás há 25 anos”, disse Chris.

Chris Cornell posa com a esposa, Vicky Karayiannis, a filha Toni (centro) e o filho Christopher Nicholas na chegada para uma pré-estreia de filme em Nova York em abril de 2017 (Foto: Nicholas Hunt/Getty Images/AFP)

Chris Cornell posa com a esposa, Vicky Karayiannis, a filha Toni (centro) e o filho Christopher Nicholas na chegada para uma pré-estreia de filme em Nova York em abril de 2017 (Foto: Nicholas Hunt/Getty Images/AFP)

 chris-cornell3

DEIXE SEU COMENTÁRIO